segunda-feira, 28 de março de 2011

Donos recorrem à Justiça para evitar morte de seus cães

Para o Ministério da Saúde, os cães com leishmaniose devem ser sacrificados logo após o diagnóstico para evitar a contaminação de pessoas e outros animais.
A doença, transmitida pela picada do mosquito-palha, pode matar. Especialistas garantem, porém, que é possível controlá-la com remédio.
Em meio à polêmica, a psicóloga Márcia de Jesus, 45, de Belo Horizonte, tratou o pitbull Vlad, de oito anos, com um remédio usado para combater uma doença reumatológica em humanos. Ela conseguiu mostrar à Justiça que o cão não tem mais sinais da doença, contraída há seis anos, e não representa perigo. Venceu a ação.
O pitbull Vlad, tratado com remédio usado para combater
doença reumatológica em humanos.
O secretário nacional de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, insiste que a eutanásia é indispensável para cães doentes. "Tratá-los significa usar em larga escala os poucos medicamentos que temos para leishmaniose e, com isso, reduzir a eficácia dos produtos em humanos."

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...