sábado, 5 de novembro de 2011

Fiscais da prefeitura de Porto Alegre recolhem 2 cavalos maltratados

Uma equipe multidisciplinar da Secretaria Especial dos Direitos Animais (SEDA), Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde (CGVS) da Secretaria Municipal da Saúde, EPTC e do Batalhão Ambiental da Brigada Militar realizaram uma blitze, no bairro Navegantes, para averiguar as condições dos cavalos que vivem no local.
Das 18 carroças abordadas, duas tiveram seus animais recolhidos por falta de condições físicas para trabalhar. De acordo com a médica veterinária da CGVS, Daura Pereira Zardin, um dos animais, em idade avançada, apresentava problema nas ferraduras, e o outro, além da falta de higiene, tinha lesões nas patas. Os carroceiros assinaram um Termo de Recolhimento e Apreensão de Animal e Veículo de Tração Animal, bem como Termo Circunstanciado e de Apreensão e Fiel Depositário.
Os dois eqüinos foram recolhidos à Cabanha Santi Machado, conveniado à EPTC, onde recebem cuidados veterinários até a adoção. Segundo o responsável pelo Abrigo de Animais da empresa pública, Paulo Dorneles, até dois anos atrás, esses animais eram leiloados. No entanto, foi constatado que muitos arrematados voltavam para as ruas para puxar carroça, o que é proibido. Desde então, não há mais leilões, mas o projeto Adote um Cavalo. “O interessado deve ir até o setor de Atendimento ao Cidadão da EPTC para candidatar-se a fiel depositário. Temos convênio com o Instituto Cavaleiros Farroupilhas, que analisa o perfil de candidatos. Depois da doação, continuamos fiscalizando”, explica Dorneles. Em torno de 150 cavalos já foram doados para atividades de lazer e equoterapia, e não podem voltar à atividades que envolvam tração.

Fonte: Informativo SEDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...