sexta-feira, 20 de abril de 2012

Maus tratos a animais podem estar ligados à violência doméstica


Alguém que maltrata um animal pode fazer o mesmo com seus parentes mais próximos. Casos de violência contra bichos podem esconder agressões dentro de casa, segundo o veterinário e especialista em comportamento animal Mauro Lantzman, professor do curso de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Em entrevista ao Jornal da Tarde, Lantzman diz que há estudos que relacionam maldades feitas contra animais com casos de psicopatia. Além disso, segundo ele, alguns bichos têm dificuldade para se recuperar após sofrer uma agressão. Os maus-tratos a animais são tema de uma série de reportagens que o Jornal da Tarde começou a publicar no dia 17.
Veja trechos da entrevista com o professor Lantzman:
O que pode ser considerado maus-tratos de animais?
Os maus-tratos podem aparecer de várias formas. Primeiro, temos aqueles que são passíveis de serem identificados porque são agressões físicas visíveis, como queimaduras, pauladas, facadas. Às vezes, esses animais são submetidos a agressões relacionadas a rituais religiosos e, nesse caso, podemos encontrar coisas grotescas. Há também as rinhas, que são um tipo de maus-tratos validado por determinado grupo social. Em países com guerrilhas, como a Colômbia, há relatos de que paramilitares fazem com que crianças batam em animais para dessemsibilizá-las e poder utilizá-las na guerrilha.
Existe alguma relação entre a saúde psicológica de uma pessoa e os casos de maus-tratos a animais?
Já se sabe que quando crianças manifestam algum tipo de crueldade contra animais isso pode ser um indicativo de que o indivíduo possa se tornar um psicopata. E tem outra situação muito delicada: se um cachorro está apanhando em casa, isso pode ser um indicativo de violência domiciliar. Uma pessoa que bate em um animal na sua própria casa é potencialmente um agressor. E é preciso de um cuidado especial para o veterinário tratar isso. Acho até que falta esse tipo de orientação para o veterinário. Ele tem que saber que, ao atender um caso em que um animal foi agredido, uma mulher ou uma criança também podem estar sendo vítimas.
Quais as consequências de casos de maus-tratos na vida dos animais?
Os animais desenvolvem comportamentos relacionados a esses problemas, desde coisas físicas, como lesões e machucados, até reações comportamentais. O animal pode se tonar mais medroso, pode ter uma crise de stress, pode ter dificuldade de se relacionar com humanos de novo. E, dependendo do impacto, esse trauma pode ser irreversível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...