segunda-feira, 9 de abril de 2012

Mulher que agredia cão a pauladas é denunciada

A mulher que foi filmada agredindo violentamente um cão com um cabo de vassoura foi denunciada e a polícia foi até o local no dia 08/04, mas ela não estava em casa, então nada foi feito. No vídeo ela diz que o cão destruiu algumas plantinhas o que desencadeia uma cena de horror onde a monstra agride intensamente o animal com um cabo de vassoura além de dizer que vai deixar o animal com fome para que ele morra.
A advogada da ong Terra Verde Viva, que foi junto com a polícia até o local, declarou que entrará na justiça requerendo que o animal seja retirado da residência e que a louca seja impedida de possuir outros animais.


O vídeo da reportagem feita pelo Balanço Geral pode ser visto AQUI.


Segundo vizinhos, a autora das agressões que eram constantes, está grávida e é alcoólatra. Conhecidos declararam que ela já havia até mesmo adotado uma criança, mas perdeu a guarda devido aos maus tratos.


Relato da advogada Ana Rita Tavares, advogada e presidente da ong Terra Verde Viva:
"Depois de assistir as cenas de espancamento do cãozinho no vídeo intitulado A BRUXA DO CACHORRO, fui ontem ao bairro de Pau da Lima (v.fotos) e, chegando lá por volta das 16h, pedi o apoio da Polícia Militar para me acompanhar, junto com as ativistas Jussara e Adriana, à Rua São Luiz – Vila Marú, naquele bairro, objetivando verificar a situação denunciada. Ao chegar ao local, acompanhada de uma Guarnição da PM, 47ª Cia, comandada pelo Ten. Veloso e composta pelos Sd. Ribeiro e Sd. Fábio Ribeiro, e das equipes do jornal Correio da Bahia, TV Record e TV Bandeirantes, percebi que a vizinhança ficou atenta à nossa chegada. Então, vi a casa que, pela posição, teria filmado as cenas de agressão ao cãozinho; conversei com a pessoa que fez a filmagem (Ana Cleudes Maia da Silva, residente na casa de nº 19-E), como também conversei com Edna Oliveira, vizinha da casa em frente à da agressora, que se chama Conceição e é diarista doméstica. Ambas nos disseram que ela espanca sempre os animais e que houve um anterior a Lobo, que morreu vitimado pelas agressões dela, e que viram quando a criminosa passou com o cadáver do bichinho dentro de um saco de lixo. Fato revoltante! Logo encontramos o cãozinho espancado na minúscula varanda da casa que aparece no vídeo. Informaram que o nome dele é Lobo (v.fotos). Estava apático, em situação evidente de opressão, com uma postura de medo, com o rabinho entre as pernas, que revela o estado de humilhação e o sofrimento decorrentes dos maus tratos. Todos ficamos muito comovidos com a situação daquele ser indefeso. Vejam o seu olhar... Junto com Lobo vimos um filhote de SRD, aproximadamente 3 meses de idade, que se achava no mesmo local. Informaram-nos que ainda havia um terceiro animal (um poodle) que tinha sido levado pela agressora ao sair pela manhã. Por informação de uma vizinha, esta deveria estar bebendo em algum bar. Pedi, então, ao Tenente Veloso que desse uma busca no bairro com a viatura. Não a encontraram. Como já ia anoitecer, e o local é perigoso, sem sabermos o horário em que a agressora retornaria, e a Polícia informou que não poderia ficar ali sem previsão de saída, pedimos às vizinhas que observassem o retorno da criminosa e me avisassem por telefone. A Polícia também deixou o número dos telefones para contatá-la, caso houvesse tentativa de novas agressões – eles iriam de imediato inibir o crime e fariam o resgate dos cães. Saí do local e fui imediatamente à delegacia da 10ª Circunscrição Policial e registrei a ocorrência (v. Anexo). Em seguida, elaborei a petição para a Ação de Busca e Apreensão (v. Anexo), que ajuizei hoje às 2:31 da madrugada, no Plantão Judiciário de 1º Grau, da Justiça Estadual da Bahia. Há um juiz plantonista que aprecia o pedido até as primeiras horas da manhã. Agora, temos que aguardar a decisão dele. Vou elaborar também a petição da Queixa-Crime, que será protocolizada junto ao Juizado Especial Criminal, em razão do crime de maus tratos já comprovado. É uma luta! Temos que ficar atentos a tudo num caso desses. Estou tendo o cuidado de adotar todas as providências que possam ser tomadas num caso como esses, a fim de preservar, com segurança, a retirada dos animais livrando-os da agressora. Assim que tivermos o resultado do pedido de busca e apreensão judicial, daremos notícias. O importante é que já vemos um Brasil mais sensibilizado para o respeito à vida e à dignidade dos animais, com o apoio da Imprensa. A filmagem foi feita por pessoas que não fazem parte de nenhum movimento pró-animal, mas que demonstraram um nível de consciência antes nunca visto. Os animais sempre foram maltratados e as pessoas davam pouca importância a isso. Essa realidade está mudando, graças a Deus e ao trabalho de cada um de nós! Vamos avançar.
Ana Rita Tavares – advogada/presidente da Federação Baiana de Entidades Ambientalistas Defensoras dos Animais/assessora jurídica voluntária das ONGs Terra Verde Viva e Célula Mãe."

2 comentários:

  1. Ela é louca, tenho dó dessa criança que vai nascer, ela não merece uma mãe assim. Lastimável...

    ResponderExcluir
  2. Como ficou este caso, a midia não fala mais nada, ela foi punida? se fosse aqui no Rio, agente ja tinah dado um jeito nela..rs

    ResponderExcluir

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...