sábado, 8 de dezembro de 2012

Presidente do CRVM-RS abordou os riscos dos mutirões de castração


Um dos painéis mais esperados do III Fórum de Debates sobre Políticas de Proteção aos Animais foi sobre os mutirões de esterilização: um risco à vida dos animais domésticos. O presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul (CRMV-RS), Rodrigo Lorenzoni, mostrou fotos de procedimentos realizados sem nenhum tipo de higiene ou materiais adequados.
Segundo ele, não existe uma cidade em todo o mundo que tenha resolvido o problema de controle populacional de cães e gatos com mutirões de esterilização, porém, eles são necessários, mas com critérios rígidos. “Alguns mutirões não estão de acordo com a resolução CRMV-RS N.º 14/10, que dispõe sobre a normatização dos procedimentos de esterilização. Após o município estruturar um projeto, ele precisa passar, necessariamente, pela análise, fiscalização e aprovação da prática pelo Conselho”, destacou.
Lorenzoni disse ainda que o Conselho está alerta para que os procedimentos sejam feitos com maior rigor técnico, para preservar a saúde dos animais. Segundo ele, chegou o momento de profissionais, protetores e o poder público unirem forças para trabalhar com amor e respeito aos animais: “Temos uma secretaria que cuida e trata dos Direitos Animais em Porto Alegre, e, com a experiência técnica do CRMV-RS, podemos garantir saúde e bem-estar para cães e gatos”.
 
O presidente enfatizou que o trabalho da SEDA serve de exemplo para o país. “Não há um evento sobre o tema que participe e não ouça alguém caracterizando a SEDA como exemplo. Os porto-alegrenses devem ter orgulho desta secretaria, do empenho do prefeito, da primeira-dama e de toda a equipe”, afirmou.


Fonte: Informativo SEDA de 07/12/12


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...