quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Aluno da UFSM acusado de maus-tratos a animais terá de pagar R$ 8 mil


A 3ª Vara Federal de Santa Maria homologou um acordo em uma ação de maus-tratos a animais. O caso ocorreu em 2012 durante um experimento de uma pesquisa de doutorado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foram fixadas placas de titânio para uso humano na mandíbula e nos maxilares de cães.

O veterinário Cristiano Gomes utilizou 12 cães como cobaias no experimento, que resultou na mutilação de todos os animais e na morte de cinco. Em maio de 2014, a Justiça Federal aceitou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que abriu inquérito após a publicação do caso no jornal Diário de Santa Maria. Gomes foi processado criminalmente por maus-tratos contra os animais e poderia cumprir pena de até dois anos de prisão. 

No decorrer do processo, o Ministério Público Federal propôs um acordo, pois o delito é considerado de menor potencial ofensivo pela legislação. O acusado aceitou a proposta e o juiz federal Loraci Flores de Lima homologou o acordo.

O veterinário deverá pagar R$ 8 mil à Justiça. A quantia será destinada a uma instituição de proteção, acolhimento de animais abandonados ou apreendidos pelo município. Após o cumprimento da medida, o processo será encerrado.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você irá apenas deixar o link do seu blog nem perca seu tempo,pois ele será deletado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...